Em jogo disputado, São José perde por 3 sets a 2 na casa do adversário

E a decisão só saiu no tie-break, em jogo muito acirrado, marcado pelo equilíbrio, com viradas de placar das duas equipes. Resultado final melhor para os campineiros, que venceram por 3 sets a 2 em parciais de 18-25/25-22/25-20/18-25/15-12.

O São José que começou com Dante, Lorena, Rodriguinho, Diogo, Alberto, Everton e Matheus Andrade, fez sua segunda partida no Paulista e tem um jogo a menos que os rivais SESI e o próprio Brasil Kirin, que têm 3 jogos e estão no topo da tabela, em primeiro e segundo lugar, respectivamente.
Até aqui, as duas equipes estão invictas mas Sesi se mantém à frente nos critérios de desempate que considera pontos average, que é a soma de pontos feitos, pela soma de pontos sofridos.

Resumo da Partida
O jogo começou melhor para o São José que venceu a primeira parcial com boa vantagem no placar: 18 x 25. No segundo período, porém, o time do Vale parece perder a concentração do início da partida, erra mais e deixa para os anfitriões a finalização do segundo e do terceiro set. Mais eficientes no ataque e cedendo menos à pressão adversária, no quarto período os joseenses mostram reação e aproveitam mais as chances de se destacar, vencem a parcial e levam a partida para o tie-break. No quinto e decisivo set o São José sai à frente e parece encontrar definitivamente as melhores alternativas de jogo, mas a equipe campineira não desiste e, de virada, alcança e supera o time de São José finalizando o set em 15×12 e a partida por 3 sets a 2.

‘Foi uma semana de trabalho com foco neste jogo que sabíamos que não seria fácil. A partida foi muito disputada e a equipe adversária foi melhor em um jogo em que as duas equipes tinham plenas condições de vencer. Agora já pensamos no próximo jogo, em casa, contra a equipe do SESI’, declarou Fabrízio Capello, técnico da equipe joseense.

Próximo Jogo
Agora o próximo desafio joseense é em casa, na quarta-feira (9), com o apoio da torcida, em jogo contra o Sesi-SP, a partir das 19h30, no Ginásio Tênis Clube.
Os ingressos para a partida estarão à venda a partir de terça-feira, das 8h às 19h, na FiosioClin e na quarta-feira a partir das 14h, na bilheteria no Tênis Clube.

Demais jogos
12/09 – 18h30, em Taubaté – Taubaté x São José Vôlei
17/09 – 19h30, em Atibaia – Climed/Atibaia x São José Vôlei
24/09 – 19h, em Santo André – Santo André x São José Vôlei

Classificação
O São José Vôlei tem uma vitória no Paulista, em sua estreia em casa, contra o São Bernardo, (3 a 0) e uma derrota contra o Brasil Kirin (3 a 2). Com esses resultados o São José marca 4 pontos e, na soma, ocupa o quarto lugar na tabela.
Sesi e Brasil Kirin, após a terceira rodada, estão assim: Sesi-SP – 9 pontos, Brasil Kirin – 8 pontos. O São Paulo/Taubaté aparece em terceiro – 6 pontos e apenas 2 jogos São José Vôlei – 4 pontos, também em 2 jogos.

Paulista
A fase classificatória acontece em turno único. A semifinal é garantia do primeiro colocado enquanto as quartas-de-final, semifinais e final serão disputadas em playoffs com Golden Set.

Elenco
Centrais: Alberto, Everton, Athos, Brunão | Oposto: Lorena, Alemão, Athos | Ponteiros: Dante, Diogo, Hugo Hamacher | Levantador: Rodriguinho, Lucas Salim | Líberos: Matheus Andrade, Matheus Oliveira | Técnico Interino: Fabrízio Capello
O técnico Leonardo Carvalho e o líbero Mário Júnior estão à serviço da Seleção Brasileira e Christian Poglajen à disposição da Seleção Argentina.

São José Vôlei
O São José Vôlei é uma equipe de alto rendimento que disputou a Superliga 2014/2015, depois de conquistar a vaga com o título da Superliga B 2014. A vaga na Superliga 2015/2016 foi conquistada em seletiva com outras quatro equipes, disputa em que o São José Vôlei sagrou-se campeão.
A maior parte dos recursos para manutenção da equipe é proveniente da Prefeitura de São José dos Campos. Outra parte, derivada de empresas apoiadoras como Colégio e Curso Poliedro, por meio da Lei de Incentivo Fiscal – LIF.
Hoje o São José Vôlei executa um plano estratégico de marketing e negócios que prevê captação de patrocínio e implantação de ações que eleve sua autonomia com recursos privados em pelo menos 50% para a temporada 2015/2016 e alcance 100% na temporada 2016/2017.