PROMESSAS DO VÔLEI NACIONAL, QUE COMEÇARAM EM SÃO JOSÉ, VISITAM MENINAS DO ATLETA CIDADÃO

No último dia 03 de agosto, as atletas Maira e Lana surpreenderam as meninas das categorias de base do Atleta Cidadão, com uma visita com direito a fotos e autógrafos. As atletas campeãs sul-americanas com a Seleção Brasileira Sub-23, hoje atletas do time adulto do Pinheiros e da Seleção Brasileira Sub-23, iniciaram a carreira como atletas do São José, no programa Atleta Cidadão, mantido pela Prefeitura.

As atletas participaram das categorias de base e permaneceram na equipe por cerca de 10 anos. E por isso foi recebida com muito carinho e admiração pelas meninas que, como elas, também sonham em fazer carreira no voleibol.

O encontro aconteceu no Ginásio Cidade Jardim, onde treinam periodicamente as 55 meninas das categorias sub-12, sub-13, sub-14, sub-15, sub-17 e sub 19.

Dema, assistente coordenador e assistente técnico das equipes de formação feminina, comentou a visita. “Nossas atletas tiveram a oportunidade de conhecer jogadoras profissionais, que começaram na modalidade, na mesma quadra onde elas treinam. São um importante exemplo para nossas meninas”.

José André Bonafé, coordenador das equipe de base e participante de toda a trajetórias das atletas famosas, também se emocionou com o reencontro. “ É muito gratificante tê-las de volta a São José para contar uma história de sucesso e paixão pelo voleibol. Elas são, sem dúvida, referência para nossas atletas que puderam entender hoje que somente com muito trabalho se pode alcançar seu lugar no esporte”, enfatizou o coordenador.

Além de fotos e autógrafos, as atletas das equipes de base tiveram um tempinho com seus ídolos e aproveitaram para fazer perguntas sobre a rotina das atletas na Seleção Brasileira e a participação em campeonatos como a Superliga Feminina.

Maira Cipriano Claro, de 21 anos, e Lana Silva Conceição, de 19, foram campeãs sul-americanas invictas com a Seleção Brasileira, junho, em Lima, no Peru. A conquista veio com a vitória em cima da Colômbia e o título garante vaga para o Brasil no Mundial Sub-23, que será disputado em 2017.