São José não faz uma boa partida e é vencido pelo Sesi/SP, vice líder da competição

O jogo desta quarta-feira foi melhor para Sesi. Mesmo com a casa cheia e apoio da torcida, o São José não apresentou o jogo que gostaria e o time da Vila Leopoldina venceu. O jogo que corresponde à quinta rodada da Superliga de vôlei masculino terminou em 3 sets 1 com parciais de 19×25/25×22/19×25/20×25.

O São José começou com Lorena, Diogo, Rodriguinho, Mário Júnior, Cristian Polaco e Brunão. Everton, Lucas Salim e Alemão também contribuíram.
Para o levantador Rodriguinho o São José não fez um bom jogo. “Foi uma noite ruim pra gente. O Sesi fez o trabalho deles, atacou bem e nosso passe não foi tão bom, o que dificultou o nosso jogo. Mas agora é colocar a cabeça no lugar, temos um outro jogo importante no sábado e vamos tentar melhorar, fazer bem o nosso jogo. Hoje acho que foi uma noite infeliz pra gente, sem tirar o mérito do Sesi, claro, que cumpriu muito bem seu papel”.

Diogo também comentou o jogo e concorda com o companheiro Rodriguinho. “Não fomos competentes em muitos fundamentos. O Sesi imprimiu um saque nem tão difícil e mesmo assim não conseguimos trabalhar bem a recepção. Nosso time tem que jogar sempre 100% para ganhar de equipes como o Sesi que têm maior investimento, um plantel maior. Sem dúvida nenhuma isso faz diferença”.

Para o técnico Leonardo Carvalho o time fez uma apresentação bem abaixo do esperado e o revés é algo natural em uma competição desse nível. “Fizemos uma partida muito ruim, em um nível muito abaixo daquele que a gente vem apresentando. Obviamente o Sesi tem muitos méritos, foi mais regular, eficiente, mas enfim, esse resultado é absolutamente normal. Ninguém fica satisfeito quando perde mas amanhã de manhã já estamos pensando em como proceder com o próximo adversário, o Brasil Kirin, um time muito duro, extremamente qualificado, um dos favoritos para as semifinais da Superliga” enfatizou o técnico joseense.

O JOGO
O primeiro ponto é do Sesi no erro de saque de Polaco. São José demora para acertar seu jogo e o time paulistano abre quatro pontos (4×8). Aos poucos o time vai se soltando, mesmo assim a equipe visitante tem vantagem (11×6). Diogo na saída de rede faz a sua parte e é ponto para o São José! A diferença cai, (8×11). Lorena vai para o viagem mas a bola vai para fora (10X15), com 12 minutos de partida. Mais uma vez Diogo sobe pela linha, chama, e é cravada! São José ainda tem dificuldade na recepção e o adversário tem placar confortável. (11×19). Gustavão vai para saque e joga fora, Leo Carvalho aproveita para pedir tempo. Na rede Diogo, Brunão e Lorena e é block! O time adversário vira mais uma explorando pelo bloqueio (15 x21). O jogo tem rali. Diogo põe ela no chão na largadinha, vai pro saque e é ace, o time adversário pede tempo. Diogo volta pro saque força, desestabiliza a recepção e se recupera na partida. (19×22). No último lance do jogo é com Lorena, que muito marcado, fica no bloqueio. Final de set: (19×25) em 30 minutos de jogo.

No segundo set o São José faz o primeiro. Lorena vai para o saque e força e ele mesmo vai para ao ataque, explora o bloqueio e é ponto! A segunda ele mandou pra fora. Na virada de bola Diogo vai na entrada de rede, crava de novo e amplia. A gora é a vez de Hugo mostrar toda a sua qualidade e fazer a parte dele (5×3). O time vibra muito e conta com a torcida. Os times vão para o segundo tempo técnico (8×5). Na volta quem está inspirado é o Brunão, pelo meio (9×6). Lorena também não deixa por menos e faz o dele (10×6). O Sesi tenta tirar a diferença mas depois de um rali disputadíssimo São José amplia (14×11). O jogo fica bom para o time da casa. O técnico Pacheco pede tempo e o Sesi volta melhor, marcando mais (17×15) e agora é a vez do técnico joseense pedir tempo. O Sesi encosta (18×16). Brunão vem com força pelo meio, vira e vai para o saque, a bola é boa Lorena vai pela saída de rede mas passa longe do bloqueio e a bola vai pra fora. Os joseense podem contar mais uma vez com Diogo, que opta pela bola rápida na entrada de rede e senta o braço. Ponto! (20×18). O jogo se encaminha para o fim e a bola fica no bloqueio triplo de Diogo, Rodriguinho e Alberto (22×19). O jogo é, tem rali e o Sesi encosta. Mas São José insiste e fecha no erro de saque do adversário. Final: (25×22) em 33min51.

O terceiro começa e já nos primeiros minutos dá demonstrações de que o set seria acirrado, com as duas equipes lutando muito, ponto a ponto. Aos (2m11) Lorena vai para o saque faz um ace. A galera vai ao delírio. Alberto vem pelo meio e também faz o dele e vai direto para o saque. Os times disputam cada bola e o ataque joseense é bem marcado pelo adversário que não consegue pegar o Brunão, pelo meio, que crava a dele! (6×5). Quem também impõe a força pelo meio é Diogo 7×7). Hugo vai para o saque e é ace! Os times vão para o primeiro tempo técnico empatados em (10×10) e na volta o Sesi passa à frente (10×11). O São José pede tempo e se recupera (13×14) com aquela bola rápida de Diogo pelo meio. Kandango entra para o saque e coloca bem seu flutuante na canhota mas ao adversário vira no ataque a (15×17). Leo Carvalho pede tempo. Agora Lorena, Diogo e Alberto estão na rede, a bola é boa mas Diogo fica no bloqueio e o time do Sesi cresce (17×20). Na volta Rodriguinho levanta com uma única mão, na mesma jogada anterior mas agora Diogo fura o bloqueio. Ponto (17X20). Sai Lorena, entra Alemão, sai Rodriguinho, entra Salim. Albertão sozinho no bloqueio e que bloqueio! Mas o esforço não é suficiente. O time comete ainda muitos erros e o placar fica desfavorável para os joseense (19X22), (19×24). Final de set: (19X25) em 25 minutos de jogo.

O quarto set já começa no rali e quem leva melhor é a pancada no fundo de Lorena! (1×1). O início é mais uma vez equilibrado e as equipes se revezam no placar e empatam (2×2). Diogo fica no bloqueio (2×3). Mas os joseense tinham Lorena pelo outro lado que não perdoa e crava a bola no centro da quadra adversária. Na mesma vibração Diogo vai para o saque e é ace! (4×3). São José passa à frente! Mais rali e o placar marca (6×5) mas os adversários vão buscar em empatam (7×7) e passam (7×8). As equipes vão para o primeiro tempo técnico. Na volta o Sesi começa a gostar do jogo (7×10), Leo pede tempo para arrumar a casa mas o São José perde a concentração erra mais e dá chance ao time de Pacheco. (7×13). Tem reação joseense a diferença diminui (11×15). Os times vão para o segundo tempo técnico. Na volta, Alemão está no lugar de Lorena e faz o dele no ataque, indefensável. (12×16). São José se aproxima mais uma vez, (15×19) e ainda está vivo no jogo e com deixadinha de Diogo faz (16×22), (19×23, (20×24), mas o Sesi leva a melhor e fecha. Final de jogo (21×25).

Próximo jogo
O próximo desafio da equipe joseense, pela sexta rodada da Superliga, é no sábado (28), contra a equipe do Brasil Kirin, em casa, no Ginásio do Tênis Clube.
Os ingressos custam R$ 20 INTEIRA e R$ 10 MEIA. Estudantes e o torcedor que for de azul ou rosa, cores símbolo da campanha Outubro Rosa e Novembro azul, pagam meia. Os ingressos estão à venda pelo http://www.totalplayer.com.br/venda, na FisioClin – das 8h às 19h e no dia do jogo na bilheteria do Tênis Clube, a partir das 14h.

SELETIVA!
Meninos com data de nascimento entre 96,97,98,99,2000 e 2001 têm a chance de fazer parte do elenco das categorias de base do São José Vôlei. A peneira acontecerá no dia 6 de dezembro, a partir das 9h, no Ginásio José Vaney Ferraz Pacheco. Endereço: Rua Itambé, 71, Cidade Jardim. São José dos Campos.
Mais informações no site www.saojosevolei.com.br, ou pelo telefone (12) 99700 9861.
Os candidatos devem levar documento de identidade.

Elenco
Centrais: Alberto, Everton, Brunão, Junior e Gladstone | Oposto: Lorena, Alemão | Ponteiros: Diogo, Hugo Hamacher, Cristian Poglajen, Eduardo Bidá | Levantador: Rodriguinho, Lucas Salim | Líberos: Mario Junior, Matheus Oliveira | Técnico: Leonardo Carvalho | Auxiliar Técnico: Fabrízio Capello

São José Vôlei
O São José Vôlei é uma equipe de alto rendimento que disputou a Superliga 2014/2015, depois de conquistar a vaga com o título da Superliga B 2014. A vaga na Superliga 2015/2016 foi conquistada em seletiva com outras quatro equipes, disputa em que o São José Vôlei sagrou-se campeão.
A maior parte dos recursos para manutenção da equipe é proveniente da Prefeitura de São José dos Campos. Outra parte, derivada de empresas apoiadoras como Colégio e Curso Poliedro, por meio da Lei de Incentivo Fiscal – LIF.
Hoje o São José Vôlei executa um plano estratégico de marketing e negócios que prevê captação de patrocínio e implantação de ações que eleve sua autonomia com recursos privados em pelo menos 50% para a temporada 2015/2016 e alcance 100% na temporada 2016/2017.