São José Vôlei assume liderança na Superliga masculina

Em seu quarto jogo da fase classificatória, o São José conquistou vitória por 3 sets a zero em cima da forte equipe de Montes Claros e, de quebra, a primeira colocação na tabela da Superliga Masculina de Vôlei 2015/2016. A equipe joseense pôs fim à invencibilidade do time mineiro em sets a 0, com parciais de 22/25, 13/25, e 14/25. As duas equipes duelaram na noite da última quarta-feira (18), no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, em Montes Claros.

Com esse resultado, o São José chega a nove pontos, somando quatro vitórias e apenas uma derrota. Em número de pontos, São José, Taubaté e Sada estão empatados, mas a vantagem joseense é no saldo de sets. Entre as equipes, somente o São José venceu dois jogos por três sets a zero.

Na avaliação estatística por equipes, um ponto de destaque do time joseense tem sido o saque. Neste fundamento o São José está à frente dos adversários, com 23 aces. As equipes que chegam mais próximo a esta marca são Taubaté e Brasil Kirin, com 14.

Na avaliação do técnico Leonardo Carvalho ser o primeiro colocado é um resultado importante mas não diz nada sobre a competição. “É resultado significativo estar no topo da tabela, contudo é importante frisar que esta é uma conquista momentânea. A equipe vem de dois bons resultados mas temos uma sequência de jogos difícil contra os três maiores favoritos da Superliga e se não vencermos, o que é absolutamente normal, daqui há uma semana não seremos mais líderes. Então nosso foco é trabalhar para conseguir os melhores resultados possíveis sabendo da dificuldade que a competição impõe. Tivemos um bom começo mas não podemos esquecer que nossa meta é uma vaga para os playoffs nada mais do que isso”, enfatizou o técnico.

Os próximos desafios da equipe de Leonardo Carvalho são Sesi e Brasil Kirin, em casa, nos próximos dias 25 e 28 e o Sada, no dia 05/12, no Ginásio do Riacho, em Contagem/MG. O jogo contra o Sesi acontece nesta quarta-feira (25), no Ginásio do Tênis Clube, a partir das 19h30.

Classificação
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS: 9 pontos | 4 jogos | 3 vitórias | 1 derrota | 2 jogos vencidos por 3 a 0
FUNVIC/TAUBATÉ: 9 pontos | 4 jogos| 3 vitórias | 1 derrota | 1 jogo vencido por 3 a 0
SADA CRUZEIRO VOLEI: 9 pontos | 4 jogos| 3 vitórias | 1 derrota | 1 jogo vencido por 3 a 0
VOLEI BRASIL KIRIN: 8 pontos | 4 jogos | 3 vitórias | 1 derrota | 1 jogo vencido por 3 a 0
MONTES CLAROS VOLEI: 7 pontos | 4 jogos | 3 vitórias | 1 derrota |
SESI SP: 7 pontos | 4 jogos
VOLEISUL/PAQUETÁ ESPORTES: 6 pontos | 4 jogos
BENTO VOLEI/ISABELA: 5 pontos | 4 jogos
MINAS TÊNIS CLUBE: 4 pontos | 4 jogos
LEBES/GEDORE/CANOAS: 4 pontos | 4 jogos
COPEL TELECOM MARINGÁ VOLEI: 2 pontos |4 jogos
JUIZ DE FORA VOLEI: 2 pontos | 4 jogos

SELETIVA!
Meninos nascidos entre 96,97,98,99,2000 e 2001 têm a chance de fazer parte do elenco das categorias de base do São José Vôlei. A peneira acontecerá no dia 6 de dezembro, a partir das 9h, no Ginásio José Vaney Ferraz Pacheco. Endereço: Rua Itambé, 71, Cidade Jardim. São José dos Campos.
Mais informações no site www.saojosevolei.com.br, ou pelo telefone (12) 99700 9861.
Os candidatos devem levar documento de identidade.

Elenco
Centrais: Alberto, Everton, Brunão, Junior e Gladstone | Oposto: Lorena, Alemão | Ponteiros: Diogo, Hugo Hamacher, Cristian Poglajen, Eduardo Bidá | Levantador: Rodriguinho, Lucas Salim | Líberos: Mario Junior, Matheus Oliveira | Técnico: Leonardo Carvalho | Auxiliar Técnico: Fabrízio Capello

São José Vôlei
O São José Vôlei é uma equipe de alto rendimento que disputou a Superliga 2014/2015, depois de conquistar a vaga com o título da Superliga B 2014. A vaga na Superliga 2015/2016 foi conquistada em seletiva com outras quatro equipes, disputa em que o São José Vôlei sagrou-se campeão.
A maior parte dos recursos para manutenção da equipe é proveniente da Prefeitura de São José dos Campos. Outra parte, derivada de empresas apoiadoras como Colégio e Curso Poliedro, por meio da Lei de Incentivo Fiscal – LIF.
Hoje o São José Vôlei executa um plano estratégico de marketing e negócios que prevê captação de patrocínio e implantação de ações que eleve sua autonomia com recursos privados em pelo menos 50% para a temporada 2015/2016 e alcance 100% na temporada 2016/2017.