Técnico Leonardo Carvalho assume em definitivo o comando do São José Vôlei

O técnico Leonardo Carvalho está em São José e já começa a assumir os treinos com a equipe. A contratação de Leonardo Carvalho foi anunciada no dia (4) de maio e desde então ele se dividia entre as funções de técnico da Seleção Brasileira Sub-21 e técnico da equipe joseense, à distância, com a ajuda de Fabrízio Capello, que esteve no comando da equipe interinamente.
O cenário é bom, de conquista de todas as metas até aqui: vaga na superliga e classificação entre os quatro no paulista. Mas Leonardo chega após resultado adverso, saída do Dante, chegada do líbero Mário Júnior e do central Júnior, a poucos dias do início dos playoffs.
Sobre tudo isso Leo garante que as perspectivas são ótimas, fala sobre novos desafios e preparativos para os playoffs.

Como se sente agora, em definitivo, no comando da equipe?
“Para mim é o fim de uma angústia. Confesso que nessas últimas três semanas, em função do campeonato mundial, tive que colocar essa angústia um pouco de lado, mas era assim, sempre tentando me dividir entre as equipes. Mas daqui em diante o foco é o São José Vôlei.

Como você avalia a trajetória da equipe até aqui?
“Mesmo sem estar pessoalmente, o trabalho foi muito bem desenvolvido, temos colhidos ótimos resultados e as perspectivas também são ótimas. Tivemos aí um resultado adverso no último jogo, que obviamente ninguém ficou satisfeito, mas isso não muda o momento da equipe que é de extrema positividade. Já viramos esta página e o foco agora é jogar as quartas contra a Atibaia.

A equipe alcançou todas as metas estabelecidas. O que você tem a dizer sobre isso?
“Para mim não é surpresa muito em função do que o projeto propõe e da qualidade do elenco que conseguimos compor. Todos esses resultados são absolutamente naturais. Óbvio que por traz desses resultados existe muita dedicação e muito trabalho. Minha expectativa está se confirmando, temos um time competitivo. Isso não quer dizer que vamos ganhar de todo mundo, mas nós temos um time que consegue fazer frente às melhores equipes do Brasil. Isso também não nos isenta da possibilidade de um tropeço, a gente tem muito ainda para melhorar, o time com certeza vai crescer ainda muito mais. Acho que o mais difícil foi chegar até aqui e acho que a equipe chegou com muito mérito”.

Ausência do Dante
“O Dante faz falta claro, eu não vou nem falar do aspecto técnico, do bom jogo que ele tem porque ele é um multicampeão, todo mundo já conhece. Mas eu ressalto principalmente a experiência, tranquilidade e confiança que ele agregou ao time. Então é óbvio que ele faz falta mas nós já sabíamos que haveria essa ausência e o time se preparou para suprir essa falta da melhor forma.

Playoff contra Atibaia
“Sabemos, vão ser jogos muito difíceis, mas a gente espera conseguir passar por esta equipe e ter a oportunidade de jogar contra o Sesi no playoff semifinal, que é um grande desafio pra gente, muito motivador para mim. Independente do adversário é um campeonato que recomeça. A nossa campanha já não importa mais e a deles também não, é uma nova história que passa a ser escrita. Certamente eles têm perspectiva de vencer e disputar a semifinal e nós também, é uma disputa por posição. É Um jogo que vai exigir muito cuidado mas eu tenho muita confiança na qualidade da nossa equipe”.

O técnico
Natural de Niterói (RJ), Leo, como é conhecido no voleibol, tem 43 anos. Sua trajetória na Superliga começou em 2009, quando comandava o Volta Redonda (RJ), na primeira participação da equipe na competição. Na sequência, Leo dirigiu a Seleção Brasileira Juvenil (Sub-21) e, ao mesmo tempo, era assistente técnico do RJX, uma equipe de alto investimento que reuniu grandes nomes do voleibol e com a qual ele foi campeão da Superliga em 2012.

Classificação Paulista
1º – Sesi – 15 pontos
2º – Campinas – 14 pontos
3º – Taubaté – 13 pontos
4º – São José – 9 pontos
5º – Atibaia – 5 pontos
6º – Santo André – 5 pontos
7º – São Bernardo – 2 pontos

Quartas de final
Na nova fase as equipes se enfrentam em dois jogos. O São José, que se manteve na quarta colocação, com 9 pontos, enfrenta o Atibaia, que está em 5º. Se houver empate e cada equipe ganhar um jogo, o sistema de desempate prevê Golden Set, um set de 25 pontos, que revelará o vencedor. Sesi, primeiro colocado, aguarda para a semifinal o vencedor de São José e Atibaia. Enquanto a outra semifinal será decidida entre o vencedor de Taubaté e Santo André e de Campinas e São Bernardo.

São José x Atibaia
10/10 – Sábado 19h
Atibaia -Gin. Elefantão
Climed/Atibaia x São José dos Campos

14/10 – quarta 19h30
São José dos Campos x Climed/Atibaia
Petrobras – CEPE

Elenco
Centrais: Alberto, Everton, Júnior, Brunão
Oposto: Lorena, Alemão, Athos
Ponteiros: Diogo, Hugo Hamacher
Levantador: Rodriguinho, Lucas Salim
Líberos: Mário Júnior, Matheus Andrade, Matheus Oliveira
Técnico: Leonardo Carvalho

São José Vôlei
O São José Vôlei é uma equipe de alto rendimento que disputou a Superliga 2014/2015, depois de conquistar a vaga com o título da Superliga B 2014. A vaga na Superliga 2015/2016 foi conquistada em seletiva com outras quatro equipes, disputa em que o São José Vôlei sagrou-se campeão.
A maior parte dos recursos para manutenção da equipe é proveniente da Prefeitura de São José dos Campos. Outra parte, derivada de empresas apoiadoras como Colégio e Curso Poliedro, por meio da Lei de Incentivo Fiscal – LIF.
Hoje o São José Vôlei executa um plano estratégico de marketing e negócios que prevê captação de patrocínio e implantação de ações que eleve sua autonomia com recursos privados em pelo menos 50% para a temporada 2015/2016 e alcance 100% na temporada 2016/2017.